Viver em harmonia é possível, basta obedecer as regras de convivência e garantir o bem-estar do animal

Viver em condomínios têm muitas vantagens e benefícios. A segurança e o comodidade são maiores. Mas é preciso ficar atento em alguns detalhes. Todos querem viver bem e em harmonia. Em comunidade, isso significa respeitar as regras da boa convivência, como não fazer barulhos em horários não permitidos e nem deixar lixo nas áreas comuns. Uma das causas de maior conflito é a presença de pets.

Cães e gatos são os animais de estimação preferidos das famílias brasileiras. Mas os cachorros, embora ótimos companheiros, podem vir a ter comportamentos desagradáveis, como latidos altos e estridentes, e a qualquer hora do dia ou da noite.

Alguns cuidados podem ser adotados para evitar esta conduta dos bichos, que pode ser motivada pelo estresse do confinamento. Por isso, é importante que eles tenham a atenção dos donos e uma rotina de atividades para passar o tempo. Os passeios são indispensáveis, porque dão saúde a eles.

Nem todos os apartamentos são arejados e a luz solar é importante para os pets, principalmente para evitar problemas de pele, como fungos e dermatites, ou ainda ausência de vitaminas. A visão é um dos órgãos afetados pela falta do “banho de sol”. Os gatos tendem a ser menos vulneráveis às necessidades de passeio, embora o sol também seja um aliado da sua saúde.

Entreter cães e gatos sem sair de casa é possível, embora não seja a melhor solução para raças de grande porte. Dentro dos apartamentos, os pets precisam de atenção e carinho, e uma boa forma de evitar o tédio é distribuir brinquedos pelos cômodos.

Os latidos podem ser evitados com estas condutas, embora seja preciso, ainda, da participação mais efetiva do dono. Quando os latidos ficarem excessivos, os animais devem ser reprimidos, por outro lado, quando do bom comportamento, precisam ser recompensados. Os petiscos são infalíveis!

Eles querem espaço

As famílias estão, cada vez mais, buscando condomínios que oferecem serviços completos e comodidade. Por isso estão em alta os empreendimentos que oferecem lazer completo, com quadras, piscinas, espaço gourmet, entre outros. Estas são, inclusive, as características dos condomínios construídos pela Mitre Realty. Um dos lançamentos recentes, o Les Champs, condomínio de apartamentos em Vila São Francisco, em Osasco,possui ampla área de lazer com playground, quadra esportiva, churrasqueira, entre outras opções.

Os pets, encarados como membros da família, também devem ter a sua participação nestes espaços comuns, embora seja necessário respeitar as normas.

Condomínios grandes e organizados são amparados por uma legislação interna própria, a conhecida convenção. É neste documento que está reunida uma série de regras e condutas que devem ser obedecidas nas áreas comuns. É preciso ficar atento a elas para evitar transtornos. As convenções variam conforme a demanda e a necessidade do empreendimento, mas algumas determinações tendem a ser comuns.

  • Limpar as fezes dos animais
  • Não deixá-los fora da coleira
  • Evitar o uso do elevador social
  • Mantê-los vacinados e vermifugados

O importante, acima de tudo, é garantir o bem-estar dos pets e respeitar os espaços, de forma a viver bem e em harmonia com todos os vizinhos.