INFORME SEU WHATSAPP E ENTRAREMOS EM CONTATO








Entre em contato conosco




ABRAINC considera acertada decisão do Copom sobre a Selic e afirma que mercado imobiliário segue atrativo

A ABRAINC (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias) considera acertada a decisão desta quarta-feira, 5/5, do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central de aumentar a taxa básica de juros (Selic) de 2,75% para 3,5% ao ano. Para a entidade, trata-se de uma medida técnica do Banco Central, que se mostra comprometido com o crescimento econômico a longo prazo e com o controle da inflação no País, que já acumula uma alta de 6,17% nos últimos 12 meses, de acordo com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

 

Mesmo com o aumento da Selic, os juros reais seguem negativos em 2,6%, mantendo a atratividade do mercado imobiliário para o investidor e para o consumidor final. Aliado a isso, o volume de financiamentos do setor deve seguir em um ritmo forte, já verificado pelo volume de contratações de crédito imobiliário, que avançou 112% no primeiro trimestre deste ano. O investimento em imóveis também torna-se mais atrativo em função da medida, o que pode ser demonstrado pelo indicador IGMI (Índice Geral do Mercado Imobilliário) da Abecip, que mostra uma valorização de 8,45% ao ano.

 

“Os juros seguem em patamares baixos e, mesmo com essa ligeira variação, o mercado imobiliário segue atrativo”, comenta Luiz França, presidente da ABRAINC. O executivo reforça que as boas condições para aquisição da casa própria permanecem, assim como o interesse de quem pretende investir no setor.

Conheça os empreendimentos